28/03/2020

Livros: Doutor sono

Título: Doutor Sono
Autora: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2014
Páginas: 480
Sinopse: Mais de trinta anos depois, Stephen King revela a seus leitores o que aconteceu a Danny Torrance, o garoto no centro de O iluminado, depois de sua terrível experiência no Overlook Hotel. Em Doutor Sono, King dá continuidade a essa história, contando a vida de Dan, agora um homem de meia-idade, e Abra Stone, uma menina de 12 anos com um grande poder. Seus destinos se cruzam com uma tribo chamada Verdadeiro Nó, que viaja em trailers pelas rodovias da América. Eles parecem inofensivos - em sua maioria idosos, com roupas fora de moda, vivendo vidas nômades. Mas como Dan sabe, e Abra logo irá descobrir, o Verdadeiro Nó é um grupo quase imortal, que se alimenta do vapor exalado por crianças iluminadas quando são lentamente torturadas até a morte.
Assombrado pelos habitantes do Overlook Hotel, onde passou um ano terrível de sua infância, Dan ficou à deriva por décadas, desesperado para se livrar do legado de alcoolismo e violência de so pai. Finalmente, ele se instala em uma cidade de New Hampshire, onde encontra abrigo em uma comunidade do Alcoólicos Anônimos que o apoia e um emprego em uma casa de repouso, onde seu poder remanescente da iluminação fornece o conforto final para aqueles que estão morrendo. Ajudado por um gato que prevê a morte dos pacientes, ele se torna o Doutor Sono. Então Dan conhece Abra Stone, uma menina com um dom espetacular, a iluminação mais forte que já se viu. Ela desperta os demônios de seu passado e Dan se vê envolvido em uma batalha pela alma e sobrevivência dela. Uma guerra épica entre o bem e o mal, uma sangrenta e glorisa história que vai emocionar os milhões de fãs de O iluminado e satisfazer os leitores deste novo clássico da obra de King.


Resenha: O que aconteceu com Dan? Aposto que se você leu O iluminado, se perguntou a mesma coisa depois que acabou de ler. E felizmente, Stephen King veio com a resposta em Doutor Sono. 

O livro nos mostra como os acontecimentos do Overlook atingiu Dan - e ainda o atinge -, seu vício, seus problemas com a carreira profissional. Dessa vez, sendo um cenário muito mais amplo.

Dan finalmente se encaixa em um emprego, depois de lutar tanto com seu "monstro interior": em um asilo. Pode parecer um emprego não muito cobiçado, mas é o emprego perfeito para o iluminado.

Rotulado como "O doutor Sono", é responsável por aliviar o momento da morte das pessoas do asilo, sendo avisado por um gatinho que sempre os visitava quando estavam prestes a morrer.



Porém, a vida não seria um mar de rosas dali pra frente como pensou, na verdade, Dan se surpreende ao notar a presença de outro iluminado, que não demora muito para deixar o primeiro recado para ele.

Abra é uma garota de 13 anos, também iluminada. A menina entra em contato com Dan após ver uma cena horrível - e que mudaria sua vida pra sempre - de um menino sendo morto.

Para sua infelicidade, quem matara o garoto a vira e viria atrás dela. O que Abra não sabia era que eles matavam apenas crianças e jovens iluminados, sugando o "vapor" deles.

Dan se encontra com Abra a fim de ajudá-la e entender o que acontecera, além de descobrir quem ela era e como conseguiu se contatar com ele. Não era uma coisa muito comum, ainda mais com um iluminado não tão perto assim.

Abra e Dan se metem em uma encrenca que eles não tinham nem ideia de como conseguiriam sair dessa, mas eles sairiam. 



Para quem já é fã de O iluminado, vai amar ainda mais Doutor Sono. Sem dúvida foi uma das melhores continuações que já li. O livro tem muita ação, suspense e é um daqueles que te prende do começo ao fim.

Nele conhecemos melhorar Dan e somos introduzidos a Abra. Há diversas revelações e quando você pensa que tudo vai dar errado, BANG, tudo dá certo!

A evolução de Dan e do próprio Stephen King durante esse livro em comparação ao O iluminado é gritante. Enquanto no outro a história era mais parada, essa nos prende, fora que também não há falhas e pontas soltas. Com certeza vale a leitura!

06/03/2020

Livros: Lolita

Título: Lolita
Autora: Vladimir Nabokov
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2003
Páginas: 319
Sinopse: Irreverente e refinado, este é um dos romances mais célebres de todos os tempos. É também uma aventura intelectual que não deixa ninguém indiferente, um relato apaixonado de uma sensualidade alucinada, uma autópsia implacável do modo de vida americano. De um lado, um homem de meia-idade, obsessivo e cínico. De outro, uma garota de doze anos, perversamente ingênua. A química se faz e dá origem a uma obra-prima da literatura de nosso século. 'Lolita' é chocante, desafia tabus, escandaliza. O livro foi incorporado ao imaginário coletivo da modernidade, e até o nome da personagem tornou-se um substantivo corrente, provas do alcance e da genialidade do autor.




Resenha: Lolita se trata de um livro cujo o autor não é alguém confiável, portanto ele passa o livro todo tentando convencer o leitor de que ele é inocente e o que foi feito não fora culpa dele. Cabe ao leitor acreditar ou não na história do mesmo. 

Humbert é obsessivo por meninas, mais precisamente crianças, fazendo com que ele crie um plano "perfeito". H se aproxima da mãe de Dolores, sua vítima, faz com que ela caia em sua conversa.



É quase que natural como o mundo gira a favor de Humbert, chega a incomodar como tudo vai dando certo para ele e errado para a pobre Dolly. 

H se vê tão dono de Lolita, que mesmo quando a menina tenta ter uma vida comum - ou o mais próximo do comum - em sua escola, Humbert da seu jeito de interferir, ainda que levante suspeitas em cima do mesmo.


Temos a impressão que ele se sente invencível, como se Dolores o amasse e portanto não haveria problema algum. Ele era dono dela, tinha tudo em suas mãos. E a pobre menina, ingênua mas não tola, finalmente resolve que chegou a hora de fazer algo a respeito.

O livro desperta nojo, raiva. Brinca muito com sua cabeça do começo ao fim, o que fez com que amasse a experiência de lê-lo. Contudo, perde a intensidade e fica entediante da segunda parte em diante, sendo repetitivo e recheado de informações desnecessárias. 


07/02/2020

Livros: O peso do pássaro morto

Título: O peso do pássaro morto
Autora: Aline Bei
Editora: Nós
Ano: 2017
Páginas: 168
Sinopse: Livro vencedor do "Prêmio São Paulo de Literatura 2018" na categoria "melhor romance de autor estreante com menos de 40 anos". A vida de uma mulher, dos 8 aos 52, desde as singelezas cotidianas até as tragédias que persistem, uma geração após a outra. Um livro denso e leve, violento e poético. É assim "o peso do pássaro morto", romance de estreia de Aline Bei, onde acompanhamos uma mulher que, com todas as forças, tenta não coincidir apenas com a dor de que é feita.



Resenha: A história aborda a vida de uma garota, que leva vida de um jeito leve tentando focar em outras coisas além da dor. 

Inicialmente ela é uma criança curiosa, muito grudada com sua melhor amiga Carla e seu vizinho, benzedor, fulano.

A cada ano que passa o tema abordado é um, indo da cura a morte, da dor a felicidade, auto perdão e o descanso.



Nele conseguimos ver o desenvolvimento dela até sua velhice, desde quando tem seu filho até quando vive sozinha em uma casinha velha.

Um livro feito por versos, mas que narra uma história continua e repleta de simplicidade e muito sentimento! Um dos livros mais sinceros que já vi e que mais despertou sentimentos. Ele toca cada pedaço de nos, ele nos ensina a reparar em coisas que não notávamos até a pouco, ou que tínhamos deixado de notar.

Ele nos ensina a importância de lembrar.
Eu nunca vou esquecer dele.



Esse livro é simplesmente incrível, daqueles que você precisa ler pelo menos uma vez na vida, porque ele vai te mudar completamente.

⚠Contudo, é importante lembrar que ele contém vários gatilhos: morte, estupro e suicídio. Se você passa por algo parecido ou não está em um momento bom, não leia, ele pode não ser o mais indicado para você. ⚠

03/01/2020

Livros: O iluminado

Título: O iluminado
Foto: instagram

Autora: Stephen King
Editora: Objetiva
Ano: 1999
Páginas: 313
Sinopse: Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.
Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família. Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.

Resenha: Jack é demitido de seu emprego, como professor, após uma confusão com um de seus alunos, deixando seu filho, Danny, e sua esposa, Wendy, sem amparo financeiro. Diante dessa situação, o vício ao álcool de Jack voltou, preocupando sua amada, pois o mesmo já agredira seu filho anteriormente em um de seus surtos.
Sensibilizado com a situação de Jack,  seu amigo arranja um emprego no hotel Overlook, para que ele e sua família vivam lá enquanto ele trabalha como zelador. Um trabalho simples, aparentemente. 


Contudo, Danny tem um mal pressentimento e seu "amigo imaginário" o perturba todas as noites, contando-lhe o que irá acontecer se forem de fato morar lá. O menino conta aos seus pais,  que de prontidão ficam preocupados, mas depois acabam descartando a probabilidade por falta de oportunidades de empregos melhores.

Não demora muito para Jack vasculhar o passado do Hotel e o mesmo descobre coisas bizarras que aconteceram relacionadas aos antigos hospedes e zeladores. Muitos deles sendo no específico quarto: 217. Isso abala Jack e seu vício começa a dar indícios de uma possível volta. 




Jack ordena que Danny não vá até  lá, mas o mesmo é atraído até o quarto, onde é quase enforcado. Quando questionado, Wendy não acredita na versão do filho e jura que fora obra de seu marido.

Danny tenta se comunicar com o antigo cozinheiro do hotel, mandando um pedido de ajuda telepaticamente para o mesmo. O menino sentia que algo horrível estava para vir.

O que falar quando são livros do Stephen? Ainda mais um clássico como O Iluminado! Não tenho nem palavras de como a leitura me prendeu do começo ao fim, me deixando angustiada, querendo saber o que iria acontecer, com raiva e pena em um único capitulo.

Esse é o segundo livro que li do King, mas já estou apaixonada pelo modo que as histórias fazem com que o leitor não consiga tirar os olhos do livro.

Foi uma das minhas melhores leituras de 2019 e pretendo ( com toda certeza ) ler o Dr. Sono, para ver o que mais pode vir nessa história. 










20/12/2019

Checklist de Natal (2019)

Natal sempre foi a data comemorativa favorita do meu ano todo, desde que era criança. A decoração, as músicas, o espirito natalino, a união de minha família em um único lugar, a comida... é como um pacote completo essa data para mim.


No natal sinto mais vontade de escrever, mais inspirada para começar novos projetos, para ter ideias. É quase um sentimento de ano novo ahahaha Por isso, resolvi criar essa checklist de natal, inspirada na checklist de Halloween da Memorialices. Eai, vamos nessa?!

🎄 Montar a árvore de natal: essa checklist não faria sentido algum sem esse item, afinal, o que é natal seu o típico pinheiro? 

🎄 Decorar dentro de casa e fora com luzinhas: pisca pisca é outro item chave para um natal decorado, indispensável eu diria.

🎄Fazer cartões de natal: busquei algumas ideias de cartões na internet e resolvi fazer alguns para presentear meus amigos e família esse ano.



🎄 Brincar de amigo secreto: na minha família o amigo secreto já virou tradição, ao invés de comprarmos presentes um ao outro, sempre juntamos todos os nomes e tiramos, assim economizamos dinheiro e ainda acabamos nos divertindo com uma noite de revelação e jantar especial. É um sucesso!

🎄Assistir Grinch: um dos clássicos do natal, que não poderia faltar! Quem nunca assistiu grinch, recomendo que assista o quanto antes haha Quando estive em Londres ele era muito lembrado no natal.

🎄Reler/ler algum livro com o tema de natal: no último natal li "The nightingale Christmas show", esse ano ainda não tenho ideia de qual vou ler, mas estou criando uma listinha de desejos.

🎄 Tirar fotos temáticas: sempre quis tirar fotos "natalinas", mas nunca tive a oportunidade, então esse ano vou focar em tentar tirar algumas e ver no que dá.



*fotos da postagem: @shinybubblessb*


15/12/2019

Livros: O que o sol faz com as flores

Título: O que o sol faz com as flores
Foto: instagram


Autora: Rupi Kaur
Editora: Planeta
Ano: 2018
Páginas: 256
Sinopse: Da mesma autora de outros jeitos de usar a boca, best-seller com mais de 100mil exemplares vendidos no Brasil. 
o que o sol faz com as flores é uma coletânea de poemas arrebatadores sobre crescimento e cura. ancestralidade e honrar as raízes. expantraição e o amadurecimento até encontrar um lar dentro de você. 
organizado em cinco capítulos e ilustrado por Rupi Kaur, o livro percorre uma extraordinário jornada dividida em murchar, cair, enraizar, crescer, florescer. uma celebração do amor em todas as suas formas.

essa é a receita da vida

minha mãe disse
me abraçando enquanto eu chorava
pense nas flores que você planta
a cada ano no jardim
elas nos ensinam
que as pessoas 
também murcham
caem 
criam raiz
crescem
para florescer no final'

Resenha: O livro é composto com diversas poesias e desenhos, que a própria autora fez. Eles vão desde a dor, o trauma, a cura e o amor, trazendo sensações distintas no leitor, o que acabou me prendendo do inicio ao fim.

Ele conta com uma pureza, mas certa brutalidade que mal sei descrever. Achei apaixonante o modo da autora escrever, ainda mais que ela decidiu seguir um estilo próprio de escrita de seu país e a tradutora do livro teve todo esse cuidado de mantê-lo.

Ler este livro foi como me sentir segura, confortável, como se fossemos amigas conversando sobre a vida. Levarei ele como favorito por um bom tempo, fazia anos que não me encontrei dessa forma em um livro de poesias, que mergulhei de cabeça.

06/12/2019

Livros: Orgulho de ser

Título: Orgulho de ser
Foto: instagram

Autora: Diversos
Editora: Rico produções artísticas
Ano: 2018
Páginas: 112
Sinopse: A antologia #Orgulhodeser reúne 8 histórias, contadas por 8 autores diferentes que, juntos, representam a comunidade mais colorida do mundo. Nesse livro, vocês encontrarão altas doses de representatividade em histórias de diferentes gêneros. Chore, sorria, vibre, angustie-se... Não importa o sentimento que invada 
você: permita-se SENTIR. Escancare as portas do armário e não esqueça de se orgulhar por ser exatamente quem é.

Resenha: Assim como diz a sinopse, temos 8 contos curtinhos e de fácil leitura cuja a central deles é a comunidade LGBTQIA+. Vale lembrar que os contos não são conectados, portanto a ordem de leitura não interfere na interpretação do outro, o que para mim foi um ponto muito positivo. Quando cansava demais de uma história, eu poderia parar e no dia seguinte começar outra, não me obrigando a ficar naquilo até o fim.

Apenas três ou dois me prenderam de verdade e me deixaram com aquele gostinho de quero mais. Os demais contos pareceram forçar o tema, não encaixaram muito bem, acredito que tivera histórias melhores para entrar na antologia. Pensei que seriam histórias empoderadas, já que o tema é Orgulho de ser, mas não achei que foram de fato.
Pela divulgação que o livro teve, esperava muito mais dele, mas é um livro ok para ler em dias de resseca literária: curtinho, contos independentes e sem mistério nenhum para lê-los.

Instagram