1.27.2017

Wishlist StyleWe

Hoje vim recomendar mais uma loja maravilhosa para vocês, desta vez é a StyleWe. Eles entraram em contato comigo por e-mail e logo que entrei no site deles para saber mais, vi que realmente valia a pena trazer um pouquinho deles para vocês. 

Os produtos da StyleWe são de ótima qualidade e você pode ver o que as pessoas que já compraram acharam no StyleWe Reviews, onde mostra tudo bem detalhadinho, para não haver dúvidas. 

Eu selecionei os produtos que eu mais gostei da StyleWe  e coloquei uma foto deles, os links para comprar está embaixo da imagem, apenas clique e Buy at StyleWe. Você vai amar! Eu juro!

Não sabe como usar as roupas do StyleWe? Não tem problema, no Dressing tips about raglan sleeve, você consegue ver tudo que está na moda. Isso me ajudou muito! Haha!

Para mais, você pode entrar em Just fashion now e ver tudo sobre.

O que você está esperando? Clique agora e embarque nas melhores roupas.
A parte deles que eu mais amei são os vestidos de festas por um preço ótimo, que vocês podem ver clicando aqui: Cheap party dresses for women. Sabe aqueles vestidos que você só ve por fotos e nunca acha pra comprar? Pois bem, eles vendem e por um preço acessível!

*esse post é uma publicidade*


White sport cropped  | Platform Sneakers | Top handle

- English post -

Today I come to recommend more one amazing store for you, this time is StyleWe. They contact me on e-mail and when I enter in their site for know more about, I saw it really a good idea to bring more about they for you. 

The StyleWe's products are of the best quality and you can see what the people who bought this thinking about in StyleWe Reviews, where show everything so detal, for don't have problems. 

The part of the site I most like is the Cheap party dresses for women. Do you know that dress you see in pictures but never see to buy? Well, they seel and for a good price! 

I select the products I most like in StyleWe and put a picture of they, the links to buy are under, just click to Buy at StyleWe. You will love it! I swear!

Don't know how to use the StyleWe clothes? No problem, in Dressing tips about raglan sleeve, you can see everything about what is treding. It help me a lot! haha!

For more, you can enter in Just fashion now and see so much about. 

What you are wainting for? Click now and enjoy with the best clothes.

*This post is a publicit*


1.26.2017

O que eu escreveria na última folha de papel em branco do mundo?

Olha só quem está de volta! Quero me desculpar pela ausência, acontece que eu andei viajando muito nos últimos dias e a internet nem sempre colaborou para que eu continuasse postando aqui, mas tenho uma novidade: escrevi muuuuito esse tempo e vamos ter conteúdo sempre aqui, sem contar que meu livro está nas etapas finais e logo logo estará na mão de vocês. 

Mas bem, vamos lá! Eu estou participando de um grupo de postagens coletivas, e o tema dessa vez foi: O que eu escreveria na última folha de papel em branco do mundo? Depois de pensar e pensar, cheguei a conclusão que a melhor maneira seria eu pensar num todo, como se eu não soubesse o motivo daquela ser a última folha de papel.

Image result for diary writing

" Hoje seria mais um dia como outro, eu estava sentada na escrivaninha do meu quarto, com meu pequeno caderno aberto enquanto os pingos de chuva caiam em sequência lá fora, fazendo uma pequena melodia passar pela minha janela e chegar aos meus ouvidos.

Ah! Eu sempre amei dias chuvosos!

Eu nunca fui o tipo de pessoa que mantém o foco, e hoje não seria diferente, mesmo que essa fosse minha última folha de papel. Não só minha, mas a última do mundo. 

Não consigo entender ao certo o que levou a essa ser a última, se foi o fato das pessoas preferirem o modo online agora, ou a falta de árvores que temos onde vivemos. Eu mal consigo me lembrar de quando eu subia as árvores do quintal da minha avó e colhia pequenos frutos. Na verdade, às vezes penso que tudo isso foi apenas um sonho, já que ninguém acredita quando eu digo que já subi em uma. 

O ar não é o mesmo, não há o cheiro de terra molhada hoje, talvez seja porque não há mais terra onde eu moro, apenas nas propriedades daqueles que são responsáveis pelas nossas últimas árvores. Ia esquecendo de dizer, nos dias de hoje, somos todos destinados a cuidar dos seus últimos momentos, e eu fui a escolhida para cuidar das últimas páginas de papel, até hoje. Não sei o que vai acontecer quando essa página acabar e minha missão na sociedade atual for concluída. Quem sabe ganho outra função, cuidar do último livro do mundo, não sei. 

Falaram para mim não economizar palavras, pra deixar tudo completo, mas há coisas que eu sei que no futuro estarão guardadas nas nuvens. É assim que chamamos o lugar que guardamos nossas coisas hoje, os arquivos escritos não são mais armazenados em pequenos dispositivos, mas sim nas nuvens, onde não corremos o risco de os perder. 

O que quero dizer no fim disso tudo é, se eu sobrevivi o suficiente para ver meu mundo crescer e se destruir para que outro cresça, você ainda vai ver muito na sua vida, muita coisa nova e relembrar de muita coisa antiga também. Não importa o tempo que demore, você vai ser destinado a uma missão no mundo, assim como eu fui agora. Quando tudo parecer escuro, vai aparecer o sol e enquanto o sol aparecer, temos motivos para sorrir. Pegue tudo que ama e abrace, não literalmente, mas os guarde em seu peito para que ninguém os tire, porque nos momentos que tudo parecer desabar, isso estará lá para te lembrar tudo que conquistou e quem se tornou.

Bem, boa sorte no nosso novo mundo! "

Blogs participantes:

Fonte da imagem: google

1.06.2017

Livros: Will & Will

Título: Will & Will
Autora: John Green e David Levithan
Editora: Record
Ano: 2010
Páginas: 348
Sinopse: Quem é você? 
Eu me levanto e respondo:
- Hã, eu sou Will Grayson.
- W-I-L-L G-R-A-Y-S-O-N? - pergunta, soletrando impossivelmente rápido.
- Hã, sim - digo - Por que a pergunta?
O garoto me olha por um segundo, a cabeça inclinada, como se pensasse que eu poderia estar passando um trote nele.
Então ele finalmente diz:
- Porque eu também sou Will Grayson.

Resenha:  O livro conta sobre dois meninos, que amos chama  Will Grayson, mas suas vidas nunca haviam se cruzado, até então. Um deles é depressivo, passa horas na internet fazendo amigos, e o outro vive o tempo todo com seu melhor amigo, Tiny Cooper, que ama atenção. Numa ocasião não tão boa, Will Grayson conhece Tiny, digo, o Will que mexia na internet, e desde então os dois não deixam um segundo sem trocar mensagens e acabam se apaixonando.
Diferente das pessoas que acham que ambos os Will's são gays, não são, apenas um. E a sexualidade é tratada de uma maneira normal no livro, sem complicação, o que eu achei incrível. As pessoas só se apaixonam, sabe? Não há problema nisso.
O livro é muito envolvente, eu não conseguia parar de ler ele, eu amo quando livros me prendem assim. A história é fantástica e eu tenho certeza que você vai ser apaixonar pelos personagens, eu estou apaixonada pelo Tiny desde que li o livro, em 2014.
Não é um romance no estilo Nicholas Sparks, é um estilo bem próprio do John Green mesmo, ainda que o livro não seja só dele.

1.04.2017

Como meus pais deixaram eu pintar o cabelo de colorido?

Image result for chloe norgaard

Minha história com cabelos coloridos começou quando eu tinha uns 12 pra 13 anos e confesso que naquela época não era algo comum pessoas com cabelo colorido na minha cidade (continua não sendo, mas há mais do que antigamente), então havia sim um preconceito. Lembro que eu sempre vi roqueiros com cabelos coloridos, cheios de piercing, tatuagens e eu achava aquilo um máximo, mas não pensei que um dia fosse fazer parte do meu estilo.

Me apaixonei por cabelos coloridos de verdade quando comecei a ter mais contato com a internet e via constantemente fotos de uma variedade enorme de cores, mas eu não sabia como chegar naquele resultado sozinha, sem ter que pedir autorização dos meus pais. Foi ai então que eu comecei a buscar esses testes loucos que eu via por aí.

O primeiro teste que eu fiz no meu cabelo foi pintar o cabelo com suco em pó. Sim, SUCO EM PÓ! Eu já havia visto muitas meninas fazendo isso e dava certo, mas eu não sabia que o cabelo delas era descolorido e fui lá tentar no meu. Minha sorte é que meu cabelo sempre foi entre loiro escuro e castanho claro, então sim gente, pegou a cor! Confesso que até eu me surpreendi com isso, fiquei com mexas rosas (e o cheiro doce) no meu cabelo até a próxima lavagem, depois saiu.

Como meu primeiro durou muito pouco, lá fui eu tentar outra coisa. Desta vez, foi corante de bolo. Deu certo, pegou a cor, mas na hora de lavar meu cabelo eu sempre acabava da cor do cabelo, um desastre, sem contar que ressecou meu cabelo (não é um produto para cabelos, né).

No fim das contas, eu achei melhor conversar com eles sobre. Claro que eu não cheguei falando "quero pintar minhas pontas de rosa" (sim sempre começo com rosa), comecei mostrando fotos de pessoas com cabelos coloridos e fui fazendo aos poucos eles entenderem e aceitarem que aquilo não era nada de mais, era só mais uma cor de cabelo. Sem contar que eles são de outra época, pode ser difícil para eles ver o quanto as coisas mudaram.

Minha mãe disse que era "só uma fase", então deixou que eu pintasse as pontas de pink.

Aos poucos, eu fui subindo a descoloração e as cores, fui indo até o ombro, depois até a orelha, até que finalmente conversei de novo com eles sobre pintar o cabelo todo. Minha mãe ficou meio insegura, porque ela sempre gostou da cor do meu cabelo natural, sem contar que ela achava que eu ia estragar meu cabelo, mas no fim deixou. Já com meu pai foi um pouco mais difícil, ele até hoje ainda tem um pouco de desconforto.

Agora que já tenho meu cabelo colorido há dois anos eles abriram mais a mente, e sempre que alguém vem perguntar sobre eles super apoiam. Sem dizer que quando eu sofro algum tipo de preconceito por conta disso, eles me defendem.

Enfim gente, essa é minha história de como consegui convencer meus pais e como eles encararam minha mudança, caso tenham alguma dúvida relacionada ao meu cabelo colorido deixem no comentário.

Fonte da imagem: google

1.02.2017

Feliz 2017!

Related image

Eu não tenho palavras para descrever o quão incrível foi esse ano, o que mais sinto no fim das contas é gratidão. Teve coisas ruins? Sim, todo ano tem, mas houve milhares de coisas boas e portas que se abriram para mim esse ano.

Tenho muito a agradecer a vocês! Vocês são incríveis, sem vocês não teria conquistado a metade que conquistei, minha força vem do amor que vocês expressam pelo meu trabalho, é o que vem me mantendo em pé, sem desistir. Claro, não somos um blog tão grande assim, mas o pouquinho que vamos conquistando já é motivo de festa, nós estarmos aqui comemorando mais um ano já é motivo.

A todos que fizeram parte do meu 2016, muito obrigada, vocês serão lembrados para sempre, independente do que aconteça, vocês terão um lugarzinho no meu coração e andarão comigo.

E que 2017 seja um ano de mais vitórias, de mais sonhos realizados e de menas promessas. Não pense, faça acontecer! Muita gente quer o mesmo que você, mas muitas conquistam porque lutam para que aquilo aconteça, então batalhe e tenha seu objetivo alcançado.

A agenda do blog vai continuar a mesma, docinhos:

Segunda, quarta e sexta - Blog
Terça e quinta - Indaiatuba Mais ( Coluna Jovem Florescer ) 
Terça e/ou sexta - Instagram

AH! E não se esqueça,
eu amo vocês!

Esse ano é nosso, amores!

Fonte da imagem: google