8.03.2016

Insegura (Copyright ©)



Insegura

Quem pensa grande quase sempre tem medo do tombo, do quão grande vai ser a queda. Sonhos altos, insegurança maior ainda. Por que esse sentimento nos invade de tal forma e nos consome? Por que nos deixamos corroer pelo medo, vergonha, insegurança, quando também há motivos para nos por para cima e sermos felizes? As pessoas tem grande influência sobre nós, mas nem percebemos, porque é tão comum vivermos pelo que os outros pensam, que nem pensamos em "o que eu gosto?". Ficamos tão repreensivos se passando em tal curso vamos agradar os outros e nem pensamos se vai estar tudo bem para mim mesmo se não passar.
Porém, eu não te culpo por não saber o que fazer e sentir milhões de sentimentos borbulharem dentro de você, como se um quisesse mais atenção que o outro, eu realmente não te culpo, todos temos momentos em que não sabemos se expressar, agir, falar. Eu só queria saber dizer, com poucas palavras, que tudo isso vai passar e que sem menos perceber, seus sonhos estarão na sua palma da mão, mas eu não sou dona do futuro e de nada posso garantir, por mais que eu sinta isso. E, infelizmente no mundo de hoje, esperamos a garantia de tudo. Não só do que nos espera, mas de absolutamente tudo, como os objetos que compramos que tem garantia de entrega, reembolso, e até mesmo de concerto.
No fim das contas, o mundo não se garante e os mais inseguros quase sempre chegam ao topo.
É como me falaram esses dias, quem pouco quer, muito alcança.
Então seja como um pássaro, pule do seu ninho de uma vez e espere para ver se vai ou não conseguir voar. Se você cair, estarei lá embaixo para te segurar.

Fonte da imagem: google

Nenhum comentário:

Postar um comentário