6.13.2016

O amor de todos (Copyright ©)



O amor de todos 

Nós merecemos o amor, seja você um animal de estimação, uma planta, ou qualquer ser vivo, você um dia ou outro vai se dar conta de que merece sim ser amado e consequentemente vai amar alguém.
O amor não restringe cor, físico, ou sexualidade, ele é meu, seu, dele, do mundo todo, mas por que as pessoas o privam? Ouço muito as pessoas dizerem que o amor é pra poucos, que só se deve amar um tipo de pessoa: se for homem, uma mulher e vice-versa. Quem lhe disse isso? Quem lhe contou que o que você faz é certo ou errado? Você deve ficar com quem você ama e te faz bem, não importa em quais condições se encontra, desde que haja amor não há problema.
O preconceito hoje em dia está tão grande que faz com que os seres humanos estejam mais seres do que humanos. Onde matar o próximo por possuir algo que você não goste seja mais certo do que respeitá-lo, do que levar aquilo numa boa. A que ponto chegamos? Onde vamos chegar se continuarmos seguindo o caminho ignorante que só o nosso próprio bem estar importa? Para que haja liberdade, tem de haver respeito, tudo tem limites. Da mesma forma que você beija sua garota em público e ninguém diz nada, os outros querem se sentir assim, não querem ser tratados com diferença, só querem ser aceitos.
Qual o problema de amar? Cada um ama do seu jeito, mas não deixa de ser amor.

Fonte da imagem: google

Nenhum comentário:

Postar um comentário